segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

TALVEZ

TALVEZ

Talvez não exista amanhã
Ou será hoje
Talvez eu não queira viver a sofrer
Estou cansada, sem forças
Não sinto nada
Só o vazio no meu corpo
Na alma.
Talvez não chegue o amanhã ou hoje.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca