segunda-feira, 16 de julho de 2018

🌷 💖 "DESILUSÕES" 🌷 🙏




🌷 💖 "DESILUSÕES"  🌷 🙏

Dizes-me meu amor
Que estou gelada e fria
Talvez, talvez
Eu apenas não consigo sentir
E dizer os meus sentidos
Sinto frio, frio, mais frio
Não consigo alcançar
A minha alma
Só consigo sentir tristeza
Quantas mentiras e memórias
Desaparecem e tornam-se verdades
Dentro do vazio da minha alma
Não pararia de correr
Mas eu sou forçada a desistir
É tão difícil, ver o meu rosto
No frio do espelho
Eu só quero saber no que me tornei
Mas, mal posso escrever estas linhas
Na parede das minhas orações
Soando como uma culpa
Ouvi e senti
Elas morrem em harmonia
Com a ganância e traição
Quero que sejas meu
E dês vida ao meu coração
Ao meu corpo frio, gelado de dor
Vivo com as memórias
Lançadas em melodias
Como eu posso fugir
Fugir desta dor sem fim


Isabel Morais Ribeiro Fonseca

🌷 🙏



quarta-feira, 11 de julho de 2018

CANSADA DOS ESPINHOS 💕❀༺♥¸.•* **


Cansada
Dos espinhos
Das pessoas
Que deixam
O perfume
Das rosas 🌹




💕❀༺♥¸.•* **





🌹

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

domingo, 8 de julho de 2018

😘💕 Marante _ Maria 💕 É 💕



É  💕

Maravilhoso
Estar ao teu lado
Amar-te loucamente
Ver o teu sorriso
Como é maravilhoso
Sentir o teu beijo
Sentir o teu abraço
Tocar a tua pele
Como é maravilhoso
Ser amada por ti
Dormir ao teu lado
Como é maravilhoso
Fazer amor contigo
Sentir o teu corpo quente
Como é maravilhoso
Poder transformar
Estes momentos
Maravilhosos em amor 💕

😘💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca



domingo, 1 de julho de 2018

🌷🌹 SOU VERSO 🌼 🙏



SOU VERSO 🙏

Sou as sombras do abismo
Onde me dispo de poesia
No recanto de cada letra
Palavras despidas que escrevo
Com amor ou dor
E em cada pedaço
Sinto-me a desnudar
A minha alma na paixão
Que sinto por ti
Sou a tua emoção, a tua loucura
Nas palavras escritas em poesia
Sou o desejo perdendo-me
Em cada rima, em cada verso
Nos beijos que dou no poema
E em cada soneto que os meus dedos
Beijam todas as letras perdidas
Da paixão que sinto da escrita
Fico nua tantas vezes,ai de mim
Que as palavras
Choram a cada dor sentida
E escrita no meu corpo
Enleio-me em cada abraço que sinto
Em cada verso, em cada poema
Ou soneto que faço
No recanto das letras em poesia.

🍃🙏💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca



quinta-feira, 28 de junho de 2018

AMO 💘



AMO 💘

Amo saber de ti
De olhos fechados
Amo sentir a tua pele
Amo ler o teu olhar
Amo o teu sorriso
Amo o sabor que transmites
E que me ofusca de desejo
Amo entrar na tua alma
Amo sentir o teu amor
Amo escrever-te na minha pele
Amo dizer-te que te amo
Amo tudo que é teu. 🌹



Isabel Morais Ribeiro Fonseca
💘

terça-feira, 12 de junho de 2018

🌹 💘 ♬ AMO-TE 🌸




AMO-TE    🌹 💘 ♬

Amo-te pelo velho relógio que tanto barulho faz
Esquecido sem poder sonhar numa qualquer sala
Amo-te pelos teus lindos olhos que quando olham
Para mim me fazem suspirar de tanto desejo

Amo-te pelo silêncio que faz na serra que nem o vento
Consegue pôr os pinheiros de volta a dançar,  amo-te
Amo-te com a dor que os pés sentem quando dançam
Com amor e paixão tão sentidas por nós os dois

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

🌸 🌹 💘 ♬




domingo, 3 de junho de 2018

DESÁGUE, A MINHA ALMA 🌼


DESÁGUE, A MINHA ALMA 🌼

Para onde vai a minha alma
Enquanto eu desço a ladeira
Nas veias ferve o sangue
Perdido nos meus pensamentos
Alguém que desague em mim
E que me faça ver o mar
Rios onde as águas se encontram
Beijam-se, enrolam-se na areia branca
Onde agora só quero e pertenço ao mar
Preciso de colo
Preciso de alguém que me olhe nos olhos
E que os faça brilhar
Como uma lua cheia de esperança
Quando cortamos as amarras que nos prendem
Sabemos que a vida é um voo livre
Muitas vezes há uma lança que nos trespassa o peito...
Depois da ferida curada, sarada
Descobrimos que a dor
Apesar de alucinante não foi nada...
Para onde vai a minha alma
Enquanto eu desço a ladeira
Eu só quero alguém que deságue em mim
E que me faça ver o mar!
🍂
Isabel Morais Ribeiro Fonseca