quinta-feira, 7 de novembro de 2013

"POR FAVOR"

 "POR FAVOR"

Por favor
Meu amor, meu amor
Quando eu não aguentar
E quiser desistir

Por favor
Segue-me, ainda que em silêncio
Sei que é difícil, mas preciso de
Um amigo fiel e sincero.
Quando eu não aguentar
E quiser resistir

Por favor
Dá-me um abraço em silêncio
Há dias em que precisamos de um ombro
De alguém que nos sacuda a meio de um pesadelo.
Quando eu quiser desistir da vida

Por favor
Quero que sejas meu amigo e mostra-me
Um jardim, perfumado cheio de borboletas
De todas as cores e digas que é só um recomeço

Que não é o fim.
E sejas mais do que um ombro amigo.
Que sejas o meu reflexo, um momento de luz
E por um instante, sejas para mim um amigo
Um amante, um amor, uma paixão, um sorriso
Um beijo, um anjo, uma flor, para perder-me
Nos teus braços que estão cheios de amor.

 Isabel Morais Ribeiro Fonseca